quarta-feira, 17 de setembro de 2014
Oi amores!
Esse foi o segundo livro da maratona Puro Romance, e não sei se vocês lembram, mas quando justifiquei a entrada dele na maratona, foi porque fiquei desde 2011 até a bienal desse ano esperando ele abaixar para comprar. Então minhas expectativas foram bem altas.  Vamos falar de dragões?

Dados Técnicos:
Título: Firelight
Autor: Sophi Jordan
Editora: Agir
Número de Páginas: 291
Ano: 2011
ISBN: 9788522011957
Classificação: 2/5
Sinopse:
A jovem Jacinda é especial. Além de pertencer a uma espécie descendente de dragões cuja maior habilidade é poder alternar entre a forma humana e a animal - os draki -, ela é uma das únicas de seu clã que consegue cuspir fogo. Quando uma atitude rebelde ameaça a existência dos outros membros de sua comunidade, ela e sua família têm que fugir e viver disfarçadas entre os humanos.
Na nova escola, Jacinda precisará esconder seu segredo de todos e aprender a controlar seu espírito draki, que teima em se manifestar logo na presença do belo e charmoso Will, um caçador de dragões. Os dois se apaixonam e irão fazer de tudo para que os muitos segredos e diferenças que os separam não os impeçam de viver esse amor.
 O livro se inicia com Jacinda e uma amiga inocentemente liberando seus drakis, ou seja, se transformando em dragões, só que de forma muito mais delicada, suas peles criam escamas e de suas omoplatas saem asas. Infelizmente elas avistam aviões de caçadores e para salvar sua amiga, Jacinta acaba por ser perseguida até conseguir se esconder em uma gruta, só que um caçador chamado Will, consegue encontra-la e mesmo assim não a entrega.
Logo que ela é resgatada e volta para a comunidade sua mãe avisa que vão fugir, apesar de sua relutância ela segue a mãe e a irmã gêmea. O problema é que a mãe a leva para o deserto, com a intenção de que ela deixe seu Draki morrer assim como ela fez com o dela, mas é nesse lugar que ela reencontra Will, afinal agora frequenta a mesma escola que ele.
E é a partir daí que o livro desanda... Jacinta que tinha tudo para ser uma mocinha forte e que luta por aquilo que acredita, além de se aceitar totalmente como é e amar ser uma draki, começa a se tornar entediante, ela aceita a imposição da mãe de deixar seu draki morrer, aceita que o garoto que ela gosta é um caçador e isso pode ser perigoso, ela simplesmente só reclama ao invés de lutar contra tudo aquilo que a incomoda.

A cada momento com Will, eu me sinto em risco, exposta. O perigo está perto, tangível como as névoas pesadas que deixei para trás. E eu não consigo me fartar disso. Dele. Continuo desejando muito estar junto dele. Como uma droga de que eu precisasse para sobreviver, para passar cada dia. Um vício. Uma coisa forte e desgastante.
 Na escola Jacinta é avisada também de uma garota que é popular e apaixonada por Will, só que ele nunca lhe deu bola e por isso a culpa e o ódio da garota recaem sobre a draki (?) e também existem os primos caçadores de Will que são suspeitos e vivem perto de Jacinta fazendo com que ela possa ser caçada a qualquer minuto, de qualquer forma ela acredita ser mais importante ficar com Will a cima de tudo isso.
Li muitas comparações do livro com a série Crepúsculo, assim como tantas outras que negavam isso, mas o fato é que logo na capa temos " Depois os vampiros, lobos e anjos..." por isso acredito que o livro tentou copiar a saga pelos seguintes motivos:
- A mocinha que tinha tudo para ser forte, inclusive o fato dela ser o ser sobrenatural no relacionamento é levada para o deserto onde fica enfraquecida e assim pode se tornar um personagem fraco.
- O mocinho galã, popular e que nunca sai/repara em qualquer garota na escola.
- Os parentes problemáticos de ambos que fazem de tudo para complicar o romance e a vida individual de cada um.
Quem me conhece sabe que não gosto de Crepúsculo, por isso ao me deparar com o livro que eu tinha tantas expectivas e que esperei tanto para conseguir ler, seguindo a mesma linha me decepcionou profundamente.
De qualquer forma, existem muitas pessoas que gostam desse estilo, e provavelmente gostarão desse livro, principalmente pelo plot dele ser muito legal. Não gosto de resenhar um livro negativamente, mas como ele faz parte da maratona e esse é um dos únicos dois critérios não poderia simplesmente deixar para lá. Mas não desanimei, estou no último livro da maratona e com exceção desse amei todos até agora.
Um grande beijo!

2 comentários:

  1. Oi!
    Já vi falarem desse livro uma vez, mas nunca despertou meu interesse.
    Uma pena que foi uma leitura decepcionante pra você.
    Espero que os outros compensem ^^
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eliana, tudo bem?
      Sério? A capa dele sempre me fascinou profundamente.
      Ah obrigada pelo apoio, mas as outras foram perfeitas.
      Um beijo!

      Excluir

Obrigada pela visita, é sempre bom poder encontrar você por aqui, mas para que isso possa ser mais bacana deixe um comentário para trocarmos ideias, que tal?
Beijos!

SEGUIDORES

Maria Margarida

Começando bem o ano

Quote da Semana

Quando se lançou naquela aventura sabia que deveria ser uma única noite, mas seu coração traiçoeiro não quis. Seu coração traiçoeiro quis coisas impossíveis. Coisas que teriam um preço.


Você Arranjou Um Problema - Silvia Fernanda
Tecnologia do Blogger.

Fale Conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total de visualizações de página

SPHair Cosméticos

Autores Parceiros

Autores Parceiros

Autores Parceiros

Blogues Parceiros

Autores Parceiros

Receba notícias no seu e-mail!

Fique por dentro em qualquer idioma!

PERFIL

Play!

PageRank

PageRank

set